Postagens

Mostrando postagens de 2014

SOFRIMENTOS INCOMPREENDIDOS

Imagem
"Por que o justo mesmo estando sobre a proteção de Deus sofre tribulação?" O que devemos analisar de imediato é que a lei da semeadura e da colheita está em pleno vigor. A Palavra de Deus preceitua que tudo quanto o homem semear, isso também ceifará. Não raro, sofremos apenas a conse­qüência de nossa imperícia. Todavia, existem casos que desafiam e anulam essa justificativa. Então, surgem as perguntas: "Por que sofre o justo?"; "Por que o cristão, protegido pelo amor de Deus, padece tribulações?"; "Por que o ím­pio, que amaldiçoa e escarnece da divinda­de parece vencer e prosperar em todas as coisas?; "Como explicar que alguém no vértice de sua comunhão, com Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo, se veja de repente soterrado pela adversida­de, pela tragédia e pela destruição?" Estas perguntas não são novas. Foram sempre a arma maliciosa e cruel que os céticos e materialistas usaram, e ainda usam, para ridicularizar e pôr em dúvida a …

Inspiração da Bíblia Sagrada

Imagem
A palavra inspiração, não sendo bíblica, significa, normalmente, uma influência sobrenatural do Espírito de Deus sobre os autores bíblicos, garantindo que, aquilo que escreveram era precisamente o que Deus pretendia que eles escrevessem para a transmissão da verdade divina, podendo, por isso, dizer-se realmente "inspirados" ou theopneustos, literalmente, "soprados por Deus" (#2Tm 3.16). Como já não é novo para nós este assunto, limitar-nos-emos agora a corrigir alguns equívocos.

A "inspiração" que garante a comunicação infalível da verdade revelada é bem distinta da "inspiração" do artista criador. Nada de confusões. A inspiração não só não implica estado anormal do espírito do escritor, -por exemplo, visões ou audição de vozes estranhas, -como não supõe, também, a aniquilação da sua personalidade. Deus providencialmente preparou os meios humanos de inspiração para que os escritores pudessem cumprir a sua tarefa; e, na maior parte dos casos, ape…

PORQUE DEVEMOS ESTUDAR A BÍBLIA

Imagem
Vejamos algumas das muitas razões:
1. Porque ela é viva - I Pe. 1:23; Fil. 2:16; Heb. 4:12. A Palavra de Deus é viva por causa de sua novidade, sempre tem uma mensagem nova; viva por causa de sua atualidade: tem sido sempre um livro novo, atual; viva por causa de seu poder de penetração. Ele discerne os corações; possui uma percepção interior surpreendente. É como uma espada afiada de dois gumes que discerne os pensamentos e os propósitos dos corações - Heb. 4:12. Revela exatamente o que eu sou. Estas são algumas razões pelas quais dizemos que a Palavra de Deus é viva.
2. Porque ela transmite vida - Tiago 1:18; Jo. 6:63, Não apenas a contém, mas transmite vida. O maior poder de qualquer organismo vivo é a capacidade de se reproduzir. Os nossos pensamentos e palavras são incapazes disso. Poderíamos falar o dia inteiro, sem produzir vida espiritual. Ela é a semente que contém germe reprodutivo da vida espiritual, que precisa ser semeada nos corações das pessoas.
3. Porque ela transforma a …

Ouvindo a voz de Deus

Imagem
Ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia:... escreve-o. (Apocalipse 1.10,11)

É muito agradável notar que uma voz do Céu disse a João: "Escreve-o". Será que essa voz não vem a nós? Será que algumas pessoas não provariam das alegrias do Céu se lhes escrevêssemos palavras de perdão e afeto? E outras não enxugariam as lágrimas se lhes lem­brássemos as alegrias passadas, de quando éramos po­bres como são eles hoje? Será que alguém que lesse estas palavras não poderia colocar num envelope algu­mas palavras de seu punho, que fizessem o coração de uma viúva saltar de alegria? Que faz nossa caneta? Está acrescentado alegria à vida dos outros? Sim? Então os anjos podem tocar suas harpas sempre que sentamos à escrivaninha. Eles são enviados para ministrar aos herdeiros da salvação, e de bom grado cuidam de nossa caneta, como se estivésse­mos escrevendo música para eles cantarem, pois o que escrevemos completa a alegria de seus protegidos.
Thomas Champness

O velho, o jovem e a Bíblia

Imagem
Pv 13:16  Todo prudente procede com conhecimento, mas o insensato espraia a sua loucura.

Fato ocorrido em 1982, verdadeiro e integrante de biografia: um senhor de 70 anos viajava de trem, tendo, ao lado, um jovem universitário que lia um livro de ciências. O senhor por sua vez, lia um livro da capa preta. O jovem percebeu que se tratava de uma Bíblia, aberta no livro de Marcos. Sem muita cerimônia, o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:"O senhor ainda acredita em crendices. É  a palavra de Deus. Estou errado?" "Mas é claro que está! creio que o senhor deveria estudar a história universal. Veria que a Revolução Francesa, ocorrida a mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião. Somente pessoas sem cultura ainda crêem que Deus tenha criado o mundo em seis dias. O senhor deveria conhecer um pouco o que os cientistas pensam e dizem sobre isso." "É mesmo? e o que pensam e dizem os nossos cientistas sobre a Bíblia?" “Bem, respondeu o universitário,…

O juramento é proibido ou é abençoado?

Imagem
Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação. Tiago 5:12

PROBLEMA: Esse e muitos outros versículos (cf. Os 4:2; Mt 5:33-37) condenam o juramento. Ainda Tiago diz: "Acima de tudo, porém, meus irmãos, não jureis nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outro voto". Jesus tinha dito a mesma coisa, a saber: "de modo algum jureis; nem pelo céu... nem pela terra" (Mt 5:34-35). Por outro lado, há muitas passagens na Bíblia que falam de juramentos abençoados por Deus (cf. n 21:24; Dt 6:13). De fato, anjos fizeram juramentos (Ap 10:5-6), como o próprio Deus o fez (Hb 6:13). SOLUÇÃO: Obviamente há um bom e um mau sentido no ato de jurar, que podem ser contrastados da seguinte maneira:
BONS JURAMENTOS MAUS JURAMENTOS Verdadeiros Falsos Para o bem Para o mal Sagrados Profanos Significativos Vãos Sérios Frívolos Judiciais Secretos


Cruzada Evangelística Boas Novas em Vitória de Santo Antão - IEADPE Setor 4

Imagem

Os detalhes do Mestre

Imagem
Levantou-se da ceia, tirou os vestidos e, tomando uma toalha, cingiu-se. Depois deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido. (João 13.4,5)

As ações são comuns e simples porque, em geral, expressam as idéias comuns e simples dos homens. Não vamos acusar as ações que perfazem nossa vida diária, considerando-as insignificantes, mas acusar nossa alma desprezível que se revela tão indigna por meio dessas ações. O mesmo ato pode crescer, passando por todos os estágios intermediários, desde a mais profunda in­dignidade até um grau transcendente de excelência, de acordo com a alma que se manifesta através dele. Uma das finalidades gloriosas da encarnação de nosso Se­nhor era que Ele nos propiciasse com os detalhes da vida, de modo que não os desdenhássemos, considerando-os insignificantes, mas desdenhando, em lugar disso, a nós mesmos, por sermos incapazes de fazer com que esses detalhes sejam intérpretes de uma natu­rez…

FINALIDADE DO TRABALHO COM CRIANÇAS

Imagem
SALVAÇÃO - É o primeiro passo, e o principal, porque se ela ainda não nasceu de novo, não entenderá as coisas espirituais (1 Coríntios 2:14).
CRESCIMENTO - É aqui onde entra o conhecimento de Deus, Jesus e da Palavra. É o conceito que temos de quem é Deus que transforma a vida e renova a mente e a vontade da criança (de qualquer cristão). Isso reflete no andar diário com Cristo (1 Pedro 2:2).
SERVIÇO - O serviço cristão nasce em gratidão e reconhecimento do que Deus fez por mim através do sacrifício de Jesus na cruz. É demonstrado na vida diária e, mais tarde, em resposta de um chamado de Deus, em tempo integral.
ONDE SE DEVE EVANGELIZAR UMA CRIANÇA?
NO LAR - É o primeiro lugar onde uma criança deve escutar a Palavra de Deus (Efésios 6:4), os pais cristãos deveriam fazer o possível para conduzir seus filhos ao Salvador. O culto doméstico é uma ótima oportunidade para levá-los a Cristo, além de visar o crescimento espiritual de toda família. Saiba como falar de salvação a seus filhos. 

BASES BÍBLICAS PARA O EVANGELISMO INFANTIL

Imagem
I - ORDEM DIVINA - Mateus 28:19-20 / Marcos 16:15 - GRANDE COMISSÃO

Ensinar as doutrinas fundamentais às crianças.

As crianças no Velho Testamento deveriam conhecer o significado da Páscoa (Êxodo 12:26,27).

O Rei Josias conhecia os caminhos de Deus (2 Reis 22:1,2 - Provérbios 6:20).

Ouvir as palavras do livro do concerto. Desde o menor até o maior (2 Reis 23:2).

As crianças estavam na presença do Senhor (2 Crônicas 20:13).

No culto de arrependimento (Esdras 10:1).

Instruir na doutrina... (Efésios 6:4).

Mostrar a geração futura os louvores do Senhor (Salmos 78:1-8).

Os pequeninos devem ir a Jesus (Marcos 10:14 - Lucas 18:15 -17).

Instruir no caminho que devem andar (Provérbios 22:6).

Dever de apascentar os cordeirinhos (João 21:15 - Isaías 40:11).

II - PODEM SER SALVAS

"Pequeninos que creêm em mim" (Mateus 18:3; 18:6; 18:14 - Marcos 9:36-37 - Lucas 18:15 -17).

III - PODEM SE PERDER

Todos nasceram no pecado, possuem natureza pecaminosa (Salmos 58:3 / 51:5 - Romanos 5:12).

Está…

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO COM CRIANÇAS

Imagem
Ensinar às crianças a respeito de Deus e sua Palavra é de vital importância.  Em uma sociedade que valoriza jovens e adultos, por sua capacidade e vigor para trabalhar e progredir, crianças e idosos continuam a margem. Negligenciados, apesar de inúmeros esforços e campanhas para a sua valorização, melhoria de qualidade de vida e reconhecimento de direitos da criança; muitas ainda sofrem o abandono, a fome, a nudez e a violência. Poucas são as pessoas que conhecem a um Deus vivo e verdadeiro.  Enganar, roubar, mentir e matar já fazem parte de "nossas vidas". Já não estamos perplexos diante deste caos. 
O QUE FAZ A DIFERENÇA NA VIDA, EM UMA SOCIEDADE, EM UMA CULTURA? JESUS 

JESUS disse: Eu sou o caminho a verdade e a vida (João 14:6). 
A Palavra de Deus é verdade e vida (João 17:17 e 6: 68).  Toda criança tem o direito de conhecer a Verdade e a Vida.  Um professor cristão tem a oportunidade de ensinar a Palavra de Deus e colocá-la no coração de uma criança ou adolescente uma ou duas h…

OS LIVROS APÓCRIFOS FORAM OU NÃO INSPIRADOS ?

Imagem
Você poderia dizer: Já que você diz que os apócrifos não foram inspirados, então me dê provas. Pois bem, o problema dos livros apócrifos cresce de importância, na medida em que a Igreja Católica Romana afirma que a Bíblia dos Evangélicos é falsa; justamente a partir do fato da não aceitação dos tais livros apócrifos, e que, por via de conseqüência, é a Bíblia dos católicos a que é realmente verdadeira e canônica.       Veja bem! O Cânon dos Judeus foi aceito pela comunidade cristã e consiste nos mesmos livros que aparecem nas Bíblias dos Evangélicos, num total de 39 livros no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento, perfazendo assim um total de 66 livros e não 73 como pretende a igreja Católica Romana, a partir da inclusão dos apócrifos.       Os 66 livros existentes nas Bíblias Evangélicas foram aprovados pelos judeus, pela Igreja Primitiva e inclusive, pela própria Igreja Católica Romana em alguns dos seus Concílios, tais como:
   1. O Concílio de Damause I (366 a 384 A.D.)    …

2º Encontro de Adolescentes na IEADPE em Vitória de Santo Antão - setor 4

Imagem

Comportamento é fruto das nossas escolhas

Imagem
DURANTE A SESSÃO DA TARDE, Simeão pediu que escolhêssemos um parceiro. Kim sorriu para mim e me juntei a ela, decidido a ouvir desta vez. - Vamos pensar mais um pouco nessa questão da autoridade, ou influência, se preferirem, com os outros. Eu gostaria que cada um pensasse numa pessoa, viva ou morta, que exerceu autoridade sobre vocês, da forma como definimos autoridade hoje cedo. Pode ser um professor, um treinador, um pai, cônjuge, chefe - não importa. Pensem em alguém que teve ou tem autoridade sobre suas vidas, alguém por quem vocês atravessariam paredes. Imediatamente pensei em minha mãe, que falecera havia dez anos. - Agora, com o parceiro - Simeão continuou —, eu gostaria que vocês listassem as qualidades de caráter que essa pessoa possuía ou possui. Simplesmente escrevam essas qualidades como se fosse uma lista de compras e juntem suas duas listas. Então reduzam a lista para três a cinco qualidades que consideram essenciais para o desenvolvimento da autoridade com pessoas, basead…

Dia e Noite sob os cuidados do Senhor

Imagem
De dia os guiou com uma nuvem, e toda a noite com um clarão de fogo. Salmos 78.14


Meu dia é minha prosperidade; é a hora em que o sol da fortuna brilha sobre mim e, portanto, é a hora em que preciso de sombra. Ó meu Deus, se a luz do sol não me fosse controlada, eu te esqueceria. Mas tenho noites para enfrentar, não somente dias. A noite é minha adversidade; é o tempo em que o sol da fortuna some por trás das montanhas e eu fico sozi­nho; e então é a hora, ó meu Pai, em que preciso da luz de teu fogo! A luz do fogo para minha noite é a visão do Calvário - a visão do teu amor na cruz. Preciso da luz de teu fogo "a noite toda".
George Matheson

Aflição e Amparo

Imagem
Um pai perdeu sua filha única. Tinha apenas dezessete anos de idade; fo­ra a luz e a alegria do lar. Pouco tempo antes, sua estremecida esposa partira para o descanso. O ministro veio dizer-lhe palavras de conforto. - Meu amigo - começou ele -' o irmão acaba de passar através de uma nuvem escura, e amarga tem sido a sua taça... O enlutado interrompeu-o: - Pastor, é verdade que tenho sofrido bastante. Meu coração está moído de dor, mas não houve nuvem alguma; através de tudo nada houve que se in­terpusesse entre mim e meu salvador. Jamais sua mão confortadora foi tão terna como através do que me sobreveio estas semanas passadas. Sofrimento, sim, mas nenhuma nuvem!
Louvado seja Deus! Nossa leve e momentânea tribulação "pode produ­zir" um peso eterno de glória mui excelente. A aflição pode tanger-nos para mais perto de nosso Mestre. Pode ajudar a formação do caráter, fazendo-nos mais semelhantes ao nosso grande Exemplo. Nosso grande sofrimento é por um instante, aqui. Os resulta…

As promessas resistem

Imagem
A tensão paira no ar como neblina, obscurecendo   a  aliança. Davi,   conhecendo  perfeitamente  as   intenções  do  rei,   e sabendo que "apenas ha um passo entre   mim  e  a  morte”   (um Samuel 20.3), lembra a  Jônatas   as  promessas  da  aliança: "Usa, pois, de misericórdia com o teu servo, porque  fizeste a teu servo entrar contigo em aliança do Senhor"   (um  Samuel 20.8).
    Mas Davi esta apreensivo e também  Jônatas.  Este  sabe   que Deus deixou seu pai, e que Israel pertence  a  Davi,   não   a Saul. Será que Davi, como rei, lembraria da aliança?  O  que seria dos descendentes de Jônatas? Jônatas acalma Davi; mas, precisando ele mesmo de segurança, pede-lhe outra aliança  - entre a casa de ambos.
    "Nem tão pouco cortaras da minha  casa  a  tua   beneficência eternamente: nem ainda quando o Senhor desarraigar da  terra a cada um dos inimigos de Davi. Assim  fez  Jônatas  aliança com a casa de Davi. E Jônatas fez  jurar  a  Davi  de  novo, porquanto o a…

Um chamado vencedor

Imagem
O Dr. Alexandre Duff foi um notável veterano das missões na Índia. Já bastante velho, regressou à Escócia, sua terra natal, para lá morrer. Na reunião da Assembléia Geral da Igreja da Es­cócia, ele dirigiu uma sessão em que apelou viva e poderosamente a jovens para que dedicassem suas vidas à obra missionária na Índia. Mas, ninguém res­pondia ao apelo. Dominado e eletrizado pelo apelo que fazia, o velho missionário desmaiou e caiu, e foi retirado do púlpito. Um médico o atendia e examinava o coração, quando, repentinamente, o veterano abriu os olhos e perguntou: "Onde estou? Onde estou?" O médico respondeu: "Fique calmo. O seu cora­ção está muito fraco". O velho lutador logo o interrompeu, dizendo: "Mas eu preciso terminar o meu apelo. Leve-me ao púlpito. Leve-me ao púlpito. Eu não havia encerrado o meu apelo". E o médico tornou a dizer: "Acalme-se. O senhor está muito fraco para voltar ao púlpito". Mas o idoso missionário não queria deixar de fa­lar. R…

Deus Tem Autoridade, Sabedoria, Boa Vontade e Amor Para Proteger Seu Povo Amado

Imagem
Se estão nos pedindo para confiar nossas vidas a alguém, então temos que saber se este alguém tem o poder de nos guardar de todos os perigos, ameaças e violências. Caso contrário, nossa confiança é inútil. Colocando de maneira simples, nosso Deus tem que ter a sabedoria e a autoridade para nos guiar, como também a uma incontável multidão, através das várias crises e dificuldades. E Ele tem de cumprir esta orientação para com Seu povo em amor. Agora, se você conhece o Senhor sob qualquer circunstância, então reconhece isto em Seu caráter. Ele é Todo-Poderoso, infinitamente sábio e um amigo que fica perto mais que um irmão. Na verdade Ele é a essência do amor. O apóstolo Paulo escreveu, "...eu sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia" (2Timóteo 1:12). Paulo está dizendo, "Eu coloquei a minha vida nas mãos de Deus. E estou convencido de que Ele não irá defraudar a minha confiança. Ao contrário, fielmente cumprirá …

TRÊS SISTEMAS DE INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA

Imagem
Certas partes das Escrituras devem ser interpretadas literalmente e outras figuradamente e ainda outras sim­bolicamente.


A. A Interpretação Literal significa dar à passagem em questão uma interpretação comum, de bom senso, em que as palavras são tomadas no sentido usual e costumeiro. É segundo a "letra". Uma ilustração da interpretação literal é a passagem em Lucas 1.31-33 que fala clara e literalmente que Cristo nasceria da Virgem, seria chamadoo Filho de Deus e seria o Herdeiro do trono do Seu pai Davi, segundo a carne, e que reinaria nesse trono sobre os descendentes de Jacó. Esta regra de interpretação literal é a regra recomendada na maioria dos casos. Devemos usá-la sempre que for possível. Há passagens que não se podem interpretar literalmente, por seu conteúdo, ou porque outras razões óbvias fazem-nas exigir uma in­terpretação figurada ou simbólica. Mas sempre que for possível, deve-se empregar o modo literal. Em contraste com isso, temos
B. A Interpretação Figurada qu…